Quando a notícia quica na área

Há poucos dias, meu amigo Fernando Canzian, repórter especial daqui da Folha, estava caminhando pela orla da praia de Ipanema, no Rio de Janeiro, quando viu uma cena inusitada.

O mar estava de ressaca, e um grupo de homens usava rastelos, ferramentas normalmente utilizadas em jardinagem, para catar folhas e detritos, revestidos com redes de pesca.

Ele se aproximou deles para entender o que era que eles estavam fazendo.

Qual não foi sua surpresa ao descobrir que essa é uma prática recorrente deles em dias de mar bravo. É justamente nessas ocasiões em que eles encontram com mais facilidade moedas deixadas para trás por pessoas que, ao darem um mergulho, esquecem moedas dentro do short, e acabam por perdê-las.

Resultado, alguns dos “garimpeiros do mar”, como os batizou o criativo Canzian, chegam a faturar R$ 40.

É o típico caso de uma reportagem que não existiria se não fosse a curiosidade do jornalista, sem que ele tivesse saído de seu caminho para procurar compreender o que faziam aqueles inusitados pescadores.

Para garantir que não iria perder a viagem, Canzian, que estava munido de sua câmera, aproveitou para, ali mesmo, registrar as imagens em vídeo e ainda entrevistar um dos “garimpeiros”.  Confira aqui o resultado.

Naquele dia ensolarado em Ipanema, o experiente repórter não estava esperando por nada.

Mas agiu como o centroavante oportunista que, ao ver a bola quicando na área, resolve arriscar o chute. Depois disso, bastou correr para o abraço.

About these ads
Esse post foi publicado em Dicas. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s